Home

A alimentação pós-treino

1200x900

A nutrição é parte essencial na composição dos treinos dos corredores. E cada etapa do preparo, desde o trabalho aeróbico e muscular de base, ao polimento antes da prova, vai exigir uma dieta equilibrada e adequada, assim como a pós-corrida. E hoje vamos nos ater a esta: a importância da nutrição após a corrida, que irá demandar nutrientes diversos, variando de acordo com seus objetivos.

Os treinos mais curtos, com a duração de 30 minutos, não consomem quantidades significativas de glicogênio muscular, pelo baixo volume e intensidade do exercício. Logo, os carboidratos e proteínas podem ser ingeridos em quantidades menores. Até um isotônico pode ser suficiente para a reposição dos carboidratos, e as proteínas podem ser repostas em uma refeição regular.

Já os treinos mais longos, naturalmente, exigem mais do organismo, e irão consumir quantidades maiores de glicogênio muscular do que os treinos curtos. É indicado ingerir um lanche logo após o treino, ainda que você esteja sem muita fome, para evitar exageros quando for fazer uma refeição principal, como o almoço ou a janta. A proporção 4 para 1, de carboidrato para proteína, pode guiar o preparo do seu lanche.

Iogurte com frutas, vitamina com leite e frutas vermelhas, ovos mexidos com pão integral, macarrão com filé e salada são exemplos de refeições pós-treino. Monte a sua, não se esqueça das proteínas, que são vitais na recuperação das fibras musculares, e deixe sua dica!

fb_relogio_monitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *