Home

Corrida na piscina reduz impacto e exige pique!


Qual é o melhor lugar para correr? Esteira, asfalto, areia da praia ou piscina? A resposta vai depender do momento em que vive o atleta. Se o corpo começa a dar sinais de desgastes por conta dos exercícios, é hora de se adaptar a atividades prazerosas, porém, menos impactantes. E aí entra a corrida na piscina, que não tem qualquer associação com a hidroginástica – apenas o local onde o exercício é realizado. Correr na água, com flutuadores e acessórios, além de ajudar na recuperação e regeneração depois de uma carga pesada de treinos, é uma excelente opção para ficar em forma, trabalhar força e flexibilidade. Que tal experimentar?

O deep running, como a modalidade é conhecida, vem sendo explorado por atletas que sofrem com o impacto causado durante a corrida ou estão se preparando para os treinos mais exigentes. Sendo assim, os corredores que estão acostumados com treinos intensos, encontram na água, exercícios que exigem do corpo o suficiente para manter a forma cardiovascular e músculo-esqueletal. Ou seja, a piscina é o lugar perfeito para aliviar o estresse das articulações. Como a água faz boiar, ela permite maior variedade de movimentos e não causa um impacto para as articulações, prevenindo assim futuras lesões.

Apesar de ser uma atividade que reduz o risco de contusão e desconforto, o deep running exige muito pique. Não há moleza na água! A prática da modalidade desenvolve um condicionamento físico maior, pois o trabalho de respiração, coordenação motora e equilíbrio na água são muito exigidos.

A corrida em piscina geralmente é feita com um colete para manter a estabilidade e flutuação,e deve seguir algumas regras, como:

– o pé do atleta não pode tocar o fundo da piscina;

– o atleta deve manter o corpo fora da água na altura de seu pescoço;

– a boca do atleta deve permanecer fora da água facilitando a sua respiração;

– o ângulo de visão deve ser sempre para frente e não para baixo;

– corpo deve permanecer na posição vertical com a coluna ereta e ligeiramente inclinada para frente. Uma inclinação demasiada deve ser evitada;

– o movimento de braços na piscina é similar ao utilizado na corrida na rua com ação inicial nos ombros e depois aos braços.

 

Maiô Adidas Corporate

Bermuda Speedo Hydrofast +

Touca de Natação Speedo Lisa

Um comentário para Corrida na piscina reduz impacto e exige pique!
  1. eu trabalho com hidro,gosto de exercicios de corrida na agua…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *