Home

Cuidado onde pisa

Você presta atenção no local onde pisa? Na hora da corrida, o solo pode fazer uma grande diferença, uma vez que os pés chegam a suportar de duas a três vezes o peso do corpo a cada passada. A rigidez do tipo de piso pode aumentar ou diminuir este impacto, além de afetar a velocidade. Confira como atua cada um.

- Asfalto: Por ser bastante rígido, devolve o impulso da passada e é bom para desenvolver velocidade. Ideal para quem está treinando para participar de uma corrida de rua. Não é indicado para quem está propenso ou se recuperando de uma lesão. E caso já tenha realizado os outros treinos da semana neste piso, alterne para outros mais macios.

O tênis ideal é aquele que garante amortecimento e flexibilidade, além de ser feito com um tecido respirável, uma vez que o asfalto absorve muito calor.

- Concreto: É o mais rígido de todos os pisos e o que mais oferece impacto. Deve ser utilizado em última opção e somente em treinos leves. Para os que estão acima do peso ou lesionados, é preciso ter cuidado.

O tênis ideal é aquele com bastante amortecimento, além de ser resistente para evitar desgastes. Flexibilidade também é importante.

Evite correr em concreto se já estiver cansado ou se for um dia de chuva.

- Pista de atletismo: Possui um pouco mais de amortecimento que as pistas asfaltadas, mas não é mole. Boa para treinos de velocidade e possui a vantagem de não apresentar surpresas pelo caminho.

Para quem teve síndrome da banda iliotibial ou estiramento da panturrilha, é preciso ter cuidado devido à presença de curvas fechadas.

O tênis ideal é um que seja leve e possua bastante amortecimento e estabilidade.

- Terra: Ótima opção para quem já sofreu alguma lesão por impacto, pois oferece bom amortecimento sem influenciar tanto na velocidade. Porém, para quem torceu o tornozelo recentemente, não é indicado, devido às irregularidades e obstáculos frequentemente encontrados.

O tênis ideal é aquele que possue ranhuras para dar maior tração e evitar escorregões. É importante que ofereça amortecimento e que o tecido seja ventilado para facilitar a saída de água, caso haja.

Se ele voltar sujo de barro, lave com água corrente e sabão neutro, dispensando esponja e sem deixar de molho.

- Areia: Ideal para quem quer desenvolver força e estimular conscientização corporal. Porém, é um piso instável e oferece maior possibilidade de torções. Se sofreu torção no tornozelo ou teve tendinite no tendão de aquiles, é preciso ter cuidado. Faça treinos sempre curtos.

Alguns preferem correr descalços. Mas, para quem se sente inseguro, um tênis leve e baixo é o ideal. E se gosta de correr perto do mar, escolha um que tenha sistema de saída de água.

- Grama: Por ter boa parte do impacto absorvido pelo chão, é uma boa opção para quem tem dor no joelho, sofreu alguma fratura, ou quer gastar mais calorias e desenvolver força. Porém, é mais mole e irregular, aumentando a possibilidade de torções. Atenção aos buracos e poças escondidos pelo gramado.

O tênis ideal é algum que possua ranhuras para dar maior tração e garanta estabilidade. Prefira os impermeáveis.

- Esteira: Ideal para o descanso do asfalto ou para quem está se recuperando de uma lesão. Não apresenta obstáculos e é amortecida, então, não oferece preparo para uma corrida de rua e o gasto calórico é menor. A postura na esteira também é diferente, pois leva o corpo pra frente.

O tênis ideal é o que ofereça amortecimento e estabilidade, mas um modelo simples é o suficiente.

 

Com várias possibilidades, escolha o piso de acordo com as suas necessidades e limitações, procurando alterná-las durante seus treinos.

Tênis Asics Gel-Kinsei 4 – Masculino

Tênis Asics Gel 3020 – Feminino

Tênis Nike Air Max+ 2011 Leather – Masculino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Copyright © 2003-2011 - Centauro.com.br. Todos os direitos reservados.