Home

Alimentação Pós-Treino

A alimentação é um aliado essencial durante a prática de exercício. É ela que fornece a energia que uma pessoa precisa para ter bom rendimento durante suas atividades. Antes do treino é importante se hidratar bastante e comer alimentos como maçã, pêssego e pêra, que são leves e contém açúcar, proporcionando um boost de energia ao corpo.

Mas e após o treino?

A ingestão de alimentos é igualmente importante! Ela repõe o estoque de energia perdido durante o exercício e assegura que o rendimento do próximo treino será satisfatório. Mas não é só chegar em casa e assaltar a geladeira, engolindo tudo que aparece pela frente! O corpo precisa de uma dieta balanceada e saudável, principalmente neste momento onde ele está mais enfraquecido.

Nutricionistas avaliam que para se repor o estoque de energia, o principal componente que precisamos são os carboidratos com alto índice glicêmico. O índice glicêmico é um fator que diferencia os carboidratos, e tem a ver com o açúcar do sangue. Cada vez que ingerimos carboidratos (que são, basicamente, açucares), eles são incorporados à corrente sanguínea em diferentes velocidades. Quanto mais rápido ele entra no sangue, maior é a quantidade de insulina produzida pelo pâncreas. É a maneira que o corpo acha de equilibrar nossos níveis de açúcar. Alimentos que requerem muita produção de insulina são considerados de alto índice glicêmico e os que requerem menos produção de insulina são considerados de baixo índice glicêmico.
Alguns alimentos contendo carboidratos com alto índice glicêmico são o pão branco, mel, batata, arroz. Macarrão com um molho bem gostoso é sempre uma boa opção, ou um sanduiche com queijo.

Entretanto, apesar de serem extremamente importantes para a recomposição do corpo, os carboidratos não são os únicos alimentos que devemos ingerir após exercício. Eles devem ser combinados com proteínas (carnes magras, queijos) e potássio (banana e água de coco, para evitar câimbras). Além disso, é super importante beber bastante água após o treino. Afinal, o corpo precisa ser hidratado. 1 litro de água para cada quilo perdido é o desejável.

Mesmo o pessoal que está fazendo exercício com o objetivo de perder peso deve se alimentar após o treino! Além de auxiliar na recuperação do corpo, o lanchinho pós-treino evita que haja consumo da massa magra (composta, principalmente, por músculo). É no músculo que fica a maior reserva energética do corpo. Portanto, se o músculo é consumido pelo organismo como forma de energia, é provável que iremos nos sentir sem ânimo, ocasionando falta de motivação e rendimento durante o exercício. Muitas vezes, isto pode até chegar a se desenvolver em uma depressão.

A alimentação pós-treino deve ser feita o mais próximo possível do término da corrida. No máximo duas horas após o treino. É neste espaço de tempo que o corpo repõe sua energia com mais eficiência. Se você não tem disponibilidade para preparar um lanche após seu exercício, é sempre bom andar com barrinhas de proteína/cereal, bebidas energéticas, sucos, sachês de mel, frutas e biscoitos para auxiliar na reposição adequada de energia.

-

3 comentários para Alimentação Pós-Treino
  1. Camilo disse:

    Estudos comprovaram que leite (desnatado) e achocolatado(light), são ótimos para o pós-treino,pois o leite tem proteína e o açúcar do achocolatado faz com que o transporte dessa proteína para o organismo seja mais rápido.

  2. Gisele ramos disse:

    adorei as dicas, tirei todas as minhas duvidasss. muito obrigada

  3. WELIGTON disse:

    nossa aki eu adorei essas dicas mt bomm vlw ai galera rsrsrsrrs ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Copyright © 2003-2011 - Centauro.com.br. Todos os direitos reservados.