Home

Stand up paddle: febre entre atletas brasileiras

Anos 40, Havaí. Surfistas remavam em pé sobre as pranchas, enquanto acompanhavam o desenvolvimento de seus alunos. Alguns anos depois, a prática que virou esporte, o stand up paddle, atravessou o oceano e chegou ao Brasil. Nas águas mornas se instalou e virou verdadeira febre entre atletas nacionais.

Não é preciso muito. Uma prancha e um remo já bastam para quem quer estar em contato com a natureza, seja nos mares ou nos lagos. O segredo do esporte é incorporar a filosofia de vida por trás dos movimentos, que valoriza saúde e lazer aos praticantes.

Em cima da prancha, corpo e mente entram em sintonia. O intenso trabalho muscular garante pernas e braços firmes e todo o corpo bem definido. Já o contato com as paisagens naturais contribui para alcançar a paz de espírito. Unindo as duas vertentes, atletas do stand up paddle ou SUP, como também é conhecido no país, adquirem hábitos de vida mais saudáveis.

Para as iniciantes, algumas dicas são fundamentais. Alongue antes de começar os exercícios para evitar lesões. A prancha deve ser adequada ao seu peso, assim como o comprimento do remo deve estar de acordo com sua altura. Existem duas modalidades oficiais no esporte. SUP Remada, relativamente fácil de se equilibrar na prancha e praticada em águas calmas. Já a SUP Surf ou Wave é mais radical que a primeira e com nível de desafios mais elevado.

Se você mal vê a hora de experimentar o esporte da moda, não perca tempo, procure um bom instrutor e equipamentos adequados para começar. Já imaginou remar nas águas dos rios da Amazônia, nas praias do Rio de Janeiro ou nas lagoas de Florianópolis? Existe uma infinidade de locais onde você pode praticar o stand up paddle, conheça-os e descubra-se.

 

 

Prancha Stand Up Paddle Supflex Standard 11 Pés Com Remo

Macaquinho Oxer Misty – Feminina

Toalha Arena Body Dry Towel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>