Home

Nem tudo é o que parece ser!


Sopas prontas, molho de tomate, barrinhas de cereais… Esses alimentos não são tão inofensivos quanto parecem e, em vez de ajudar, podem comprometer sua dieta. Saiba quais são falsos amigos do regime e veja alternativas para não pecar nas escolhas que faz à mesa:

- Barras de Cereais: Tem pedaços de frutas, vitaminas, proteínas e muitos sabores para escolher. E as fibras fazem bem para o funcionamento do intestino. Mas não se engane! Nem todas são saudáveis. Os vilões você já conhece: o açúcar em excesso e a gordura saturada. Opte por aquelas que contenham maior teor de fibras, menos gordura e mais frutas e grãos integrais. Além disso, outra dica é variar, comendo alimentos como frutas desidratadas (uvas-passas, damasco e ameixas secas), e sementes oleaginosas (nozes, amêndoas e castanhas). As frutas secas são excelentes fontes de vitaminas, minerais e fibras. Já as oleaginosas ainda apresentam gorduras monoinsaturadas com ação anti-inflamatória;

- Sucos de caixinha: O problema está na quantidade de açúcar na receita. Não faz diferença se for néctar, suco de caixinha ou suco em pó – todos podem ser ricos em açúcar, ter muitos conservantes e corantes e não ter todas as vitaminas encontradas na fruta. Aliás, até os sucos ditos ‘naturais com 100% de fruta’ estão na lista negra. Fique de olho! A melhor alternativa que você pode apostar, sem medo de errar, é o suco de fruta natural ou água de coco, que hidrata super bem;

- Chocolate diet: Basicamente, a lógica é que se o chocolate é diet, ele tem menos açúcar e, portanto, menos calorias. Saudável demais! Só que não. Os alimentos diet são aqueles em que há retirada de algum ingrediente da formulação, sendo o mais comum o açúcar. No chocolate diet, retira-se o açúcar, mas a quantidade de gordura é maior que no chocolate tradicional. No fim das contas, neste caso, o diet acaba tendo um valor calórico maior que o do tradicional. Mas, não se empolgue: para comer o chocolate tradicional, é preciso ter moderação;

- Misturas prontas para sopas: Apesar da praticidade, as misturas de sopa têm gorduras e conservantes de sobra. E sódio. Muito sódio! Em alguns casos, uma única porção pode ultrapassar a quantidade diária recomendada do mineral. A longo prazo, esse produtos podem causar problemas do coração, hipertensão e diversos tipos de câncer. Dá mais trabalho, mas fazer uma sopa em casa é sempre mais saudável. Se a ideia é ganhar tempo, depois de pronta, bata tudo no liquidificador e congele em potinhos. Pronto: o preparo passa a ser uma opção tão rápida quanto a sopa de pacotinho, porém com mais vantagens;

- Ketchup: Há quem acredite que, por ser feito a partir de tomates, o ketchup não faça tanto mal assim. Afinal, tomate é uma fruta, né? Sim, o ketchup vem do tomate – e herdou da fruta algumas coisas boas, como o licopeno, um poderoso antioxidante. Mas, por outro lado, as receitas exageram no nível de açúcar e sal para padronizar o sabor e estender o tempo de validade do produto. E você já sabe: açúcar e sal, em excesso, não fazem bem. É melhor fazer um molho caseiro com tomate picado, azeite, alho e manjericão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>