Home

Sem ela não tem jogo: a história da Bola de Futebol.


Sem ela não seria possível vermos os dribles fantásticos dos melhores jogadores do mundo, não teríamos as defesas milagrosas ou os gols históricos que valeram títulos em todo o mundo. A bola de futebol coexiste com a paixão nacional. O primeiro brinquedo de muitas crianças é justamente uma bola (não necessariamente de futebol).

A bola de futebol mais antiga tem provavelmente 450 anos. Ela era de couro e foi encontrada escondida nas vigas em cima da casa da Rainha Maria dos Escoceses, no Castelo de Stirling, na Escócia. Ela foi confeccionada com bexiga de porco e revestida com couro costurado em sua volta. Pela sua origem ela tinha mais ligação com o Rugby do que com o Futebol.

E 1838 as bolas começaram a ser fabricadas com o processo de Vulcanização, que utilizava borracha. O que lhe deu resistência, elasticidade e a garantia de suportar as variações de temperatura. Até o começo do século 20 o processo de fabricação envolvia essencialmente borracha (para a câmara de ar) e couro (revestimento). Eram ótimas pra chutar, mas péssimas pra cabecear, especialmente quando chovia. Foi com essas bolas que o Brasil foi campeão em 58 e em 70.

Em 2002 as bolas já eram feitas de couro sintético. As bolas são feitas em várias camadas que são revestidas com uma cobertura impermeável. Essas camadas são impressas e cortada em gomos de diversas formas. Eles são costurados de dentro pra fora, o que a deixa lisa.

Pela regra dois do futebol as especificações das bolas de futebol de hoje em dia são as seguintes: circunferência não superior a 70 cm e não inferior a 68 cm. Peso entre 410g e 450g e a sua pressão no início da partida tem que estar entre 0,6 e 1,1 atm (em nível do mar).

A Cafusa, bola utilizada na Copa das Confederações da FIFA 2013, foi desenvolvida pela Adidas. Ela é composta por 32 gomos, ligados por união térmica. A Cafusa foi um marco tecnológico do futebol, pois a FIFA utilizou sensores no interior da bola que informavam se ela havia ou não ultrapassado a linha de gol.

E a evolução não para, todos os anos novos modelos chegam ao mercado. O objetivo é um só: garantir um melhor controle das jogadas para os atletas e o chute perfeito, para alegria dos atacantes e tristeza dos goleiros.

E você, lembra da primeira bola de futebol que ganhou de presente? Tem ela até hoje? Comente e participe!

Confira também as melhores ofertas da categoria futebol no site da Centauro e economize bastante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  • Tags: